Unity: democratização no desenvolvimento de jogos

Jogos

Democratização no desenvolvimento de games é foco da Unity no Geek City

Em palestra no evento, o evangelizador e veterano da cena brasileira de jogos, Alexandre Kikuchi, vai falar sobre a plataforma mais usada no mundo para criação de jogos eletrônicos.

O que jogos como Cuphead, Life isStrange: BeforetheStorm, Tacoma e Gwent: The WitcherCard Game têm em comum, além do sucesso de crítica, público e indicações a prêmios? Todos foram produzidos em Unity, a engine mais utilizada para o desenvolvimento de jogos em todo o mundo, que estará representada no Geek City por Alexandre Kikuchi.

No painel Democratizando com Unity, o veterano da indústria brasileira de jogos e evangelista da marca para a América Latina vai falar sobre a produção de títulos utilizando a plataforma e como ela pode ser usada para transformar ideias em jogos para PC, PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch, Android e iOS. Hoje, são mais de 27 plataformas suportadas pelo motor gráfico.

Um dos fundadores do Odin Game Studio, Kikuchi chamou a atenção no mercado nacional de games com títulos como o RPG Aerea: ScatteredLands e Enforcer: Police Crime Action, que simula o dia a dia de um policial iniciante. Na Unity, seu trabalho é estar em contato com a comunidade e trabalhar pela adoção da tecnologia no setor de jogos eletrônicos.

Ele também é parte dos times de organizadores dos eventos Unite e Developer’s Day, promovidos pela marca e voltados, justamente, para os criadores de jogos. A ideia é trocar ideias e informações sobre o mercado e a produção de games, além de fomentar o potencial criativo dos desenvolvedores. E quem for ao Geek City vai poder ter uma prévia de tudo isso. O Geek City é o maior evento de tecnologia e cultura pop do sul do Brasil, idealizado e produzido pela Seven Entretenimento. Nos dias 31 de agosto, 1 e 2 de setembro, no Expo Renault Barigui, passarão por Curitiba grandes personalidades do entretenimento mundial, além de campeonatos de e-Sports, painéis com as principais distribuidoras de filmes. Em 2018, uma das novidades é a Galeria de Artistas, onde quadrinistas reconhecidos nacionalmente poderão apresentar seus trabalhos.

Matheus Bigogno

Estudante do curso superior de Jogos Digitais. Começou como estudante de Ciência da Computação, mas sempre soube que sua vida iria envolver jogos de alguma forma. Amante de quadrinhos, principalmente a linha da Vertigo, seriados, e filmes. Ama a cultura pop, nerd, e geek. Fã de um bom Rock Progressivo, ama bandas como Pink Floyd, Genesis, Rush e Jethro Tull. Escreve em blogs desde 2010, sempre gostou do formato e de tudo que envolve essa arte. Gosta de escrever sobre tudo: a vida, o Universo e tudo mais.