Fãs fanáticos de Kojima atacam cosplayer participante de concurso da Brasil Game Show

BGS, Facebook, Featured, Promoção

A Brasil Game Show de 2017 será a edição com mais novidades e atrações especiais, desde cerimônia de abertura à participações de celebridades do mundo gamer e ninguém mais ninguém menos que Hideo Kojima vem este ano prestigiar a maior feira de games da América Latina.

Para celebrar a presença do Kojima os organizadores da BGS criaram um concurso para que algum fã possa entregar o prêmio Lifetime Achievement  por sua vida e obra, e é ai que a história fica complicada.

Para ser o felizardo a entregar o prêmio ao mestre Kojima o participante deveria participar da seguinte forma; Postar uma foto no Twitter com a hashtag  #KojimaNaBGS para mostrar que é um grande fã do Hideo, o perfil da BGS no Twitter iria dar RT nos participantes e quem tivesse o maior número de likes venceria. Até aqui tudo ok, uma promoção simples sem regras muito complexas, foi ai que a participação da Laura “Pyon”, cosplayer, gamer e modelo. 

Não é difícil adivinhar o que aconteceu, ser mulher, gamer e cosplayer “atiçou” um vespeiro cheio de ódio, machismo e ignorância. Um grupo de pessoas que se dizem fãs de Metal Gear Solid se movimentaram para fazer com que o dono do referido grupo vencesse a competição, pois para eles somente um “verdadeiro fã” da saga criada por Kojima teria o direito de entregar o prêmio ao mestre. Como um gigantesco fosso de urânio o grupo percebeu que a cosplayer Laura e um Youtuber estavam à frente do seu representante e foi aqui que começaram os ataques como vocês podem ver nas imagens.

 

 

 

 

Aqui estão uma pequena parcela dos inúmeros prints que recebemos, vão desde a ofensas gratuitas até ameaça de sequestro entre outras coisas, um membro do grupo chegou a dizer que “se ela vencer vou fazer a maior atrocidade que vocês já viram”, além de chamar qualquer um que foi em defesa da participante foi atacado pelo enxame enfurecido de pseudos fãs de Hideo Kojima.

 

A organização da Brasil Game Show foi informada sobre os ataques, sendo que em nenhum momento a vítima se exaltou ou respondeu aos ataques  informando que tomariam as medidas cabíveis. O que resultou na exclusão dos tweets para a votação de todos os envolvidos inclusive a vítima, o que causou estranheza e revolta de uma boa parcela, principalmente da vítima e com toda razão, vivemos em uma cultura onde a vítima e culpabilizada pelo o que acontece com ela, pois provocou, estava na rua, estava usando tal roupa e esta atitude a primeira vista parecia ser mais um caso desses. O que foi uma grata surpresa é que hoje a organização do evento se pronunciou em relação aos fatos :

“Posicionamento oficial da BGS sobre a escolha do fã que premiará o Kojima na #BGS10:
A BGS repudia todo e qualquer tipo de agressão, opressão, preconceito e desrespeito, preza pela ética e lealdade, dentro ou fora do evento.
Assim, após denúncias sobre a conduta de alguns participantes da ação, a BGS optou por suspender temporáriamente todos os retuites dos envolvidos e analisar o caso com seriedade, tranparência e total isenção.
Feita essa análise dos fatos, a BGS concluiu que não houve qualquer tipo de irregularidade por parte da participante algo da questão e, por este motivo, ela será mantida na ação.
Já os participantes que cometeram algum tipo de ofensa, injúria ou difamação, serão mantidos fora da atividade, confirmando nosso compromisso em não compatucar com condutas discriminatórias ou ofensivas.”

O que aconteceu hoje é algo que infelizmente é muito comum dentro dos grupos de cultura pop e gamers, pois ainda constitui um público extremamente machista e ofensivo, acreditam que algo pertencem a eles e que ninguém pode ou deve chegar perto daquilo que tomaram para si, principalmente se for mulher, ainda mais se ela não seguir o padrão estipulado por eles, que se cubra da cabeça aos pés e concordem com tudo o que eles dizem ou pensam.

É mais uma cena vergonhosa a qual nós da redação do NerdWeek repudiamos e damos total apoio à cosplayer  Laura “Pyon” e rogamos por uma comunidade menos tóxica, machista, homofóbica e  preconceituosa. Aprendam as lições valorosas como as obras dos X-Men’s nos deixaram sobre tolerância e aceitar o outro.

 

Share on Facebook9Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on VKShare on LinkedIn0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0Share on Reddit0Email this to someoneBuffer this pageFlattr the authorShare on Yummly0Share on StumbleUpon0Digg thisPrint this page